5.ª Caminhada - 10 Milhões de Passadas em Prol da Floresta

5.ª Caminhada - 10 Milhões de Passadas em Prol da Floresta Dia 16 de setembro, a partir das 09h30, no Parque Almirante Vitor Trigueiros Crespo

Em Portugal, apesar dos especialistas na problemática dos incêndios florestais referirem já existir um bom diagnóstico e conhecerem soluções para a prevenção dos incêndios, estes continuam a afetar as populações e os seus bens, destruindo importantes ecossistemas e florestas, que tão importantes são para a economia do país.  Se assim é, porquê a persistência deste flagelo? Porque se continua a verificar uma enorme disparidade entre os recursos financeiros destinados à prevenção e os destinados ao combate, absorvendo este último 80% do total!?

Estas são questões que merecem a nossa reflexão, às quais acresce a inquietante consciência de que, cerca de 98% dos incêndios florestais têm origem humana, não sendo,  no entanto, na sua maioria, provocados por mão criminosa, mas por desleixo ou ignorância.

Tudo aponta para que sejam o desleixo e a ignorância o motivo de muitos incêndios e, como tal, merecedores de campanhas de sensibilização que os corrija. É neste contexto que se enquadra o projeto “10 Milhões de Passadas em Prol da Floresta” inserido no Plano de Atividades para 2017, da Associação 10 Milhões na Berma da Estrada.

São quatro os principais objetivos do referido projeto:

1) Contribuir para a sensibilização dos automobilistas, face ao perigo da prática de lançamento de pontas de cigarros para fora da viatura;
2) Homenagear todos os que combatem os incêndios florestais em Portugal;
3) Despertar consciências para o flagelo das perdas materiais (e por vezes humanas) que ocorrem em cada incêndio florestal.
4) Criar na Sociedade Civil o interesse por uma maior participação no despertar das consciências para esta problemática, na necessidade da criação de movimentos cívicos que se possam envolver na prevenção dos incêndios florestais e na discussão pública de políticas da floresta.

“10 Milhões de Passadas em Prol da Floresta” é um projeto que envolverá um universo de cerca de 700 participantes que, ao longo de catorze dias, irão realizar 19 caminhadas, percorrendo o equivalente a 8 mil quilómetros, o que corresponderá a cerca de 10 milhões de passadas. Estas caminhadas decorrerão nos últimos 14 dias do verão de 2017.
Todos os intervenientes terão como missão, inspirar a população em geral, para a promoção de comportamentos mais amigos da floresta e do ambiente.

O projeto “10 Milhões de Passadas em Prol da Floresta” pretende levar a cabo a divulgação da sua mensagem, através de atos simbólicos, que contribuam para o apelo à reflexão e à emoção, da sociedade civil.

A concretização de 10 milhões de passadas (simbolicamente, uma passada por cada português), será levada a cabo, através da realização de caminhadas em áreas classificadas, lugares de valor patrimonial ambiental e de valor simbólico (Serra de Monsanto, Serra de Sintra, Tapada de Mafra, Serra de Montejunto, Serra de Aire e Candeeiros, “Pinhal de Leiria” e Herdade da Apostiça).

No sentido de se conseguir uma comunicação mais emotiva, parte de cada uma das caminhadas decorrerá em silêncio, como forma de:

a)- Homenagear os bombeiros e todos os afetados pelos incêndios florestais;
b)- Tomar consciência do “silêncio” presente nas plantas carbonizadas, nas árvores petrificadas e nos milhões de animais mortos em cada incêndio;
c)- Permitir a introspeção e motivação pessoal para um compromisso de mudança comportamental.

Os percursos alternarão entre trilhos florestais e bermas de estrada, sendo os participantes convidados a apanhar algumas pontas de cigarro que encontrem ao longo do percurso.

As caminhadas sob o lema “10 Milhões de Passadas em Prol da Floresta”, decorrerão entre os dias 9 e 22 de setembro de 2017.

Os percursos dividem-se em dois tipos:

a)- Percursos locais, que serão seis, a realizar em locais de valor ambiental, patrimonial ou simbólico;
b)- Percursos de ligação, que permitirão fazer a ligação entre os diferentes territórios dos seis percursos locais e a continuação das caminhadas em torno da Herdade da Apostiça.

Percursos Locais:

Estas caminhadas decorrerão em lugares simbólicos, escolhidos pelo seu valor patrimonial ambiental - como são os casos da Floresta de Monsanto, Serra de Sintra, Tapada de Mafra, Serra de Montejunto, Serra de Aire e Candeeiros e o “Pinhal de Leiria”.

O local de saída e de chegada de cada um dos percursos locais, coincidirão sempre, exceto o percurso de Tapada de Mafra, o qual se iniciará junto ao Palácio Nacional de Mafra e terminará junto à entrada da Tapada Nacional de Mafra.

O somatório destes seis percursos equivalerá a cerca de 6.250 Km (multiplicando o número de participantes pelos Km percorridos), o que corresponderá a 7, 81 milhões de passadas.

A 5.ª Caminhada/Etapa irá decorrer em Porto de Mós (Serra de Aire e candeeiros), no dia 16 de setembro, entre as 09h30 e as 12h30.

Percurso: (Parque Almirante Vitor Trigueiros Crespo)  Jardim Público  (Rua do Rio Alcaide) – Av. Dr. Francisco Sá Carneiro – Rua da Saudade – Travessa Vale Florido – Rua do Castelo – Rua Dr. António Crespo – Praça da República – Av. Da Liberdade – N243 até Corredoura – Seguir direção Ecopista – Seguir pela Ecopista até Manhosa (descendo pela Rua da Carreirinha) – N362 até Rua do Rio Alcaide (N243)

Inscrições: Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Porto de Mós | inscricoes.10milhoes@gmail.com | 963 949 884

 

 

 

Voltar
Apoios Leiria Região Digital AMLEI pos_conhecimento FEDERAcessibilidade

Contactos | Avisos legais
Copyright © 2002-2012 Todos os direitos reservados.