Geografia

Porto de Mós situ-se na Região Centro de Portugal, em pleno Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros.

Do ponto de vista morfológico, podem distinguir-se no Maciço Calcário Estremenho do PNSAC, três subunidades – a Serra dos Candeeiros a Oeste, o Planalto de Santo António ao Centro e Sul, e o Planalto de S. Mamede e a Serra de Aire, a Norte e Este respectivamente. A separar estas subunidades encontram-se três depressões originadas por grandes fracturas, respectivamente a depressão da Mendiga, o Polje de Mira-Minde e a depressão de Alvados.

Apesar da ausência de cursos de água de superfície nesta região, eles existem em abundância no subsolo, constituindo um dos maiores reservatórios de água doce subterrânea do nosso país, que se estende entre Rio Maior e Leiria.

A ação das águas, como agente físico-químico modelador dos calcários, originou uma paisagem marcada por formas de relevo características, como escarpas e afloramentos rochosos que lhe conferem um traço vigoroso. De entre essas formas destacam-se, ainda, os campos de lapiaz e as dolinas.

A nível subterrâneo sobressaem os algares - aberturas naturais verticais - em alguns casos com dezenas de metros, e que por vezes se desenvolvem em profundidade por sistemas de galerias, salas e poços que, no seu conjunto, formam aquilo a que chamamos grutas.
 

Voltar
Apoios Leiria Região Digital AMLEI pos_conhecimento FEDERAcessibilidade

Contactos | Avisos legais
Copyright © 2002-2012 Todos os direitos reservados.