Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros
“As serras de Aire e Candeeiros são o mais importante repositório das formações calcárias existente em Portugal e esta é a razão primeira da sua classificação (Decreto-Lei nº 118/79, de 4 de Maio) como Parque Natural.
Morfologia cársica, natureza do coberto vegetal, a rede de cursos de água subterrâneos, uma fauna específica, nomeadamente cavernícola, e intensa actividade no domínio da extracção da pedra são outros tantos aspectos que o diploma classificatório tenta preservar e disciplinar.”

PNSAC


O PNSAC goza de características únicas e singulares que o diferenciam de qualquer outra região do país.

Do ponto de vista morfológico, podem distinguir-se no Maciço Calcário Estremenho do PNSAC, três subunidades – a Serra dos Candeeiros a Oeste, o Planalto de Santo António ao Centro e Sul e o Planalto de S. Mamede e a Serra de Aire, a Norte e Este respectivamente. A separar estas subunidades encontram-se três depressões originadas por grandes fracturas, respectivamente a depressão da Mendiga, o Polje de Mira-Minde e a depressão de Alvados.

Apesar da ausência de cursos de água de superfície nesta região, eles existem em abundância no subsolo, constituindo um dos maiores reservatórios de água doce subterrânea do nosso país, que se estende entre Rio Maior e Leiria.

A ação das águas, como agente físico-químico modelador dos calcários, originou uma paisagem marcada por formas de relevo características, como escarpas e afloramentos rochosos que lhe conferem um traço vigoroso. De entre essas formas destacam-se, ainda, os campos de lapiaz e as dolinas.

A nível subterrâneo sobressaem os algares - aberturas naturais verticais, em alguns casos com dezenas de metros, e que por vezes se desenvolvem em profundidade por sistemas de galerias, salas e poços que, no seu conjunto, formam aquilo a que chamamos grutas.

O clima da área do PNSAC caracteriza-se por estabelecer a transição entre as condições mediterrâneas e atlânticas, sendo por isso, húmido, de temperaturas médias e com grande deficiência de água no verão.

O coberto vegetal do PNSAC destaca-se pela predominância de determinados tipos de árvores tais como o carvalho cerquinho - espécie que só se encontra na Península Ibérica e Norte de África - o carvalho negral e pequenas zonas de azinheiras, de sobreiros, de ulmeiros e de castanheiros.

Essencialmente pela ação do Homem, a floresta foi sendo destruída, dando origem ao aparecimento de outro tipo de vegetação espontânea tais como o carrasco e o alecrim.

Das plantas autóctones características destacam-se as plantas aromáticas, medicinais e melíferas (usadas para a criação do mel), repartidas por algumas dezenas de espécies. A oliveira marca a presença cisterciense e domina a vegetação não espontânea.

A existência de um grande número de habitats permite a existência de uma riqueza faunística que se divide entre aves, mamíferos, répteis e anfíbios.

As aves são o grupo com maior número de representantes nesta área protegida, sendo conhecidas mais de cem espécies que aqui permanecem, tais como o bufo-real ou a gralha-de-bico-vermelho, com uma importância relevante ao nível da preservação, inclusivamente no contexto nacional.

O meio subterrâneo tem, neste parque natural, grande significado. Nas suas numerosas grutas abrigam-se uma infinidade de seres vivos, onde se destacam cerca de dez espécies de morcegos cavernícolas.


Morada e contactos PNSAC - Rio Maior:

Rua Dr. Augusto César Silva Ferreira, 2040-215 Rio Maior (Bº do Matão)
Apartado 190
Tel: 243 999 480
Fax: 243 999 488
E-mail: pnsac@icnb.pt
Site: www.icnb.pt

Horário de funcionamento: Segunda a sexta-feira: 9h00 às 12h30 | 14h00 às 17h30

Coordenadas GPS: 39° 20' 12" N | 08° 56' 31" W


Morada e contactos Ecoteca das Serras de Aire e Candeeiros:

Alameda D. Afonso Henriques, 2480-300 Porto de Mós
Tel: 244 491 904
Fax: 244 403 555
E-Mail: ecoteca@gmail.com

Horário de funcionamento:  09h30 às 12h30 | 14h00 às 18h00 Encerra à segunda-feira

Coordenadas GPS: 39° 35' 56" N | 08° 49' 11" W 

Voltar
Apoios Leiria Região Digital AMLEI pos_conhecimento FEDERAcessibilidade

Contactos | Avisos legais
Copyright © 2002-2012 Todos os direitos reservados.